Temais Telecom
EXTREMO-OESTE

Hospital Regional restringe visitas aos pacientes e adota medidas preventivas ao coronavírus

A partir deste sábado (14), as visitas aos internados estão suspensas e na UTI, apenas uma pessoa por paciente. Dois casos, ainda NÃO considerados suspeitos, estão em avaliação

14/03/2020 08h33Atualizado há 3 semanas
Por: Marcos Engel
Fonte: Fronteira Online
260
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, como forma de prevenção à pandemia do Covid-19, doença causada pelo coronavírus, o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste - Instituto Santé restringe as visitas aos pacientes. A partir deste sábado, 14, as visitas aos internados estão suspensas e na UTI, apenas uma pessoa por paciente. A Unidade Hospitalar também orienta que sejam evitadas as trocas de acompanhantes. 

A medida preventiva tem o objetivo de reduzir o contato dos pacientes e profissionais com pessoas externas. "Dessa forma teremos mais segurança aos grupos de risco e dos colaboradores que são essenciais nesse momento para o atendimento", afirma a infectologista do HRTGB, Priscila Bratkowski.  

Cada indivíduo também deve fazer sua parte: lavar as mãos, evitar aglomerações e contatos desnecessários, saindo de casa quando essencial. "Não porque pegar a doença seja necessariamente grave, mas sim, porque evitará se transformar numa fonte de contágio para aqueles que correm risco maior, como idosos ou diabéticos", destaca a médica infectologista.

Na noite de sexta-feira, 13, foram recebidos no Pronto Socorro do Hospital Regional e na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA 24h) de São Miguel do Oeste dois casos que estão sendo avaliados. NÃO se caracterizam como suspeitos do ponto de vista epidemiológico, mas foi mantido o isolamento domiciliar como precaução, devido viagens pelo Brasil e sintomas apresentados. Na segunda-feira, 16, o HRTGB e Vigilância Epidemiológica Municipal e Estadual avaliarão se será feita a coleta para os exames e enviadas ao Laboratório Central (Lacen), em Florianópolis.

O Hospital Regional de São Miguel do Oeste informa que todas as informações sobre casos diagnosticados na Unidade serão repassadas por meio de nota oficial. "Estamos sendo extremamente transparentes em tudo e as falsas notícias não ajudarão a evitar a doença", conclui a infectologista Priscila. 

Em Santa Catarina, são 3 casos confirmados até o momento. Dois de Florianópolis e um de Joinville. Outros 77 aguardam exames e 34 foram descartados. No Brasil, o Ministério de Saúde confirma 107 casos, 1.485 com suspeita e 1.344 casos foram descartados. 

Assessoria 

FIQUE ATENTO - O Ministério da Saúde tem um novo serviço para prevenção e combate ao #coronavirus.

Baixe agora o aplicativo que comunica informações sobre o COVID-19 e ainda realiza uma triagem virtual, indicando se é necessário ou não a ida a hospitais! Ajude-nos a divulgar.  

Android - https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.datasus.guardioes   

IOS - https://apps.apple.com/br/app/coronav%C3%ADrus-sus/id1408008382

Ele1 - Criar site de notícias