Temais Telecom
DECLARAÇÃO

Doméstica que foi à Disney duas vezes diz ter economizado dinheiro por 3 anos: 'Consegui com muita luta'

Moradora de Sorocaba (SP) afirma que se sente exceção e que só viajou porque economizou o salário. Faxineira ainda ressalta que se sentiu ofendida com declaração do ministro Paulo Guedes sobre fluxo de empregadas domésticas aos EUA.

15/02/2020 09h18
Por: Marcos Engel
Fonte: G1
419
Doméstica com a neta durante viagem nos EUA — Foto: Arquivo Pessoal
Doméstica com a neta durante viagem nos EUA — Foto: Arquivo Pessoal

A empregada doméstica Dalva Rodrigues Paifer Soares Lopes, moradora de Sorocaba (SP), conta que realizou o sonho de conhecer a Disney, nos Estados Unidos, duas vezes após conseguir economizar dinheiro por quase três anos. Para ela, a viagem é sinônimo de superação.

A faxineira afirma que trabalha na área há 23 anos e que se sentiu ofendida com uma recente declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes. Nesta quarta-feira (12), ele afirmou que o dólar mais baixo permitia que empregadas domésticas fossem Disney, nos Estados Unidos.

Dalva se considera uma exceção e diz que só conseguiu viajar porque economizava o salário. Ela, que esteve na Disney em 2017 e retornou em 2019 com sobrinhos e a neta, ressalta que não conhece outra doméstica que tenha ido frequentemente até lá.

"Guardei dinheiro por mais ou menos três anos. Me senti ofendida e humilhada ao saber dessa fala [do ministro]. Fiquei revoltada porque não conheço outra doméstica que foi e realmente é muito difícil. Me sinto exceção, mas muito realizada, porque batalhei", afirmou.

"Todo dinheiro que sobrava do salário eu guardava. Guardava abono e pegava as minhas férias em dinheiro e as faxinas depois do expediente. Economizava em tudo e suei muito. Sou muito orgulhosa de mim por ter conseguido, e valeu cada dia. Comprei o pacote da viagem e depois fui comprando um pouquinho de dólar por mês."

A doméstica comemora: "Muito bom realizar um sonho. Quando me vi em frente ao castelo, eu chorava que nem criança. Tive apoio da minha chefe e dos meus familiares também. Mas infelizmente sofremos preconceito".

"Era meu sonho ir pra Disney e depois de muita luta e com 56 anos eu realizei."

Polêmica

O comentário de Paulo Guedes foi feito durante participação do ministro na cerimônia de encerramento do Seminário de Abertura do Ano Legislativo, organizado pela revista "Voto", em Brasília..

"Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Vou exportar menos, substituição de importações, turismo, todo mundo indo para a Disneylândia. Empregada doméstica indo pra Disneylândia, uma festa danada. Mas espera aí? Espera aí. Vai passear ali em Foz do Iguaçu, vai ali passear nas praias do Nordeste, está cheio de praia bonita. Vai para Cachoeiro do Itapemirim, vai conhecer onde o Roberto Carlos nasceu. Vai passear no Brasil, vai conhecer o Brasil, que está cheio de coisa bonita para ver", declarou.

Ao antecipar as críticas que receberia pelo comentário, o ministro tentou se corrigir, afirmando que quis dizer "que o câmbio estava tão barato que todo mundo estava indo para a Disneylândia, até as classes sociais mais baixas". Ele continuou a emenda, dizendo que "todo mundo quer ir para a Disneylândia", mas não "três, quatro vezes ao ano".

Nas redes sociais, empregadas domésticas criticaram o tom da fala apontando para um viés classista e questionando o quão realista seria a constatação do ministro.

Ele1 - Criar site de notícias