Temais Telecom
SANTA CATARINA

Valor da produção agrícola de SC tem segunda maior queda do país, aponta IBGE

Pesquisa Agrícola Municipal (Pam), divulgada nesta quinta-feira, mostra que em 2018 a receita do setor somou R$ 9,7 bilhões, redução de 3,52% em comparação a 2017

05/09/2019 15h49
Por: Fronteira Online
Fonte: nsctotal.com.br
Foto: Guilherme Hahn / Especial
Foto: Guilherme Hahn / Especial

O valor da produção agrícola de Santa Catarina teve a segunda maior queda do país em 2018, conforme dados do IBGE divulgados nesta quinta-feira. A movimentação financeira do setor caiu R$ 356 milhões (3,52%) no ano passado em comparação a 2017, somando R$ 9,7 bilhões contra R$ 10,1 bilhões. Em número absolutos, o Estado fico atrás apenas do Sergipe, que reduziu o valor da produção em R$ 444 milhões.

O levantamento, que faz parte da Pesquisa Agrícola Municipal (Pam), considera os indicadores de área plantada e destinada à colheita, área colhida, quantidade produzida e rendimento médio do cultivo de diversos produtos. No Brasil, o valor da produção agrícola bateu recorde em 2018, atingindo R$ 343,5 bilhões, alta de 8,3% em relação a 2017.

Queda também no volume produzido e na área plantada

Sobre Santa Catarina, a pesquisa ainda mostra que ao longo do último ano, assim como saldo financeiro, o volume produzido pela agricultura catarinense também caiu, passando de 10,45 milhões de toneladas em 2017 para 9,47 milhões de toneladas. A redução soma 971 mil toneladas, cerca de 9,3% da produção. Apesar da queda, SC segue como o 12º Estado que mais produz quando se considerada lavoura permanente e temporária. São Paulo lidera esse ranking.

A área plantada ou destinada à colheita também registrou queda em comparação a 2017. Conforme o IBGE, Santa Catarina usou 1,51 milhões de hectares em 2018, redução de 52 mil hectares (3,43%) se comparado com o ano anterior, quando a área plantada compreendia a 1,56 milhões de hectares.

Essa redução também foi observada em outros 17 Estados, assim como na média nacional, com a diferença que, no Brasil, o valor de produção não caiu. Entre os Estado da região Sul, Santa Catarina é o que possui menor participação, 7,2% contra 49,7% no Paraná e 43,1% no Rio Grande do Sul.

Soja é o item mais cultivado em SC

No Estado, o produto mais cultivado é a soja, plantada em 44,5% da área total — a soja também é o item com maior valor de produção, totalizando R$ 2,76 bilhões, 28,3% do total. O milho aparece em segundo lugar (21,8%), seguido pelo arroz (9,4%), fumo (5,8%) e feijão (4,6%). Já em quantidade produzida, a cultura do milho lidera com 2,55 milhões de toneladas, cerca de 26,9% do total produzido. A soja aparece em segundo lugar com 2,34 milhões de toneladas produzidas em 2018.

Ao longo de 2018, o IBGE observou que o cultivo da cebola teve crescimento de 39 mil toneladas. A produção do trigo, erva mate e tomate também aumentou. Já a cultura do milho foi a que mais diminuiu, registrando queda de 459,5 mil toneladas. A produção de cana de açúcar, maça e soja também caiu.

Segundo o IBGE, a produção de soja no Estado se concentra em Campos Novos (207,9 mil toneladas), Abelardo Luz (181,4 mil toneladas) e em Mafra (102,6 mil toneladas). Já na produção de feijão, por exemplo,Abelardo Luz se destaca. Em 2018 foram colhidas 11,6 mil toneladas, contra 8,7 mil toneladas em 2017.

Já na produção de fumo, o destaque fica para Canoinhas, que em 2018 se tornou o oitavo maior produtos do item do Brasil com safra de 14,7 mil toneladas. Em SC, a cidade lidera o ranking seguida de Itaiópolis e Santa Terezinha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.