Temais Telecom
LIBERTADORES

Grêmio faz 2 a 0 no Libertad com um a menos e leva vantagem ao Paraguai

Mesmo com a expulsão de Geromel após revisão no VAR, Tricolor vence na Arena com gols de Tardelli e David Braz

26/07/2019 14h54
Por: Fronteira Online
Fonte: correiodopovo.com.br
Foto: Fabiano do Amaral
Foto: Fabiano do Amaral

 

Diante de quase 40 mil pessoas na Arena, o Grêmio teve dificuldades contra o Libertad, garantindo uma noite dramática. Mesmo com a expulsão de Pedro Geromel no início do segundo tempo, encontrou forças para, com um a menos, bater os paraguaios por 2 a 0 e levar boa vantagem ao Paraguai para o jogo de volta.

Os gols foram marcados por jogadores que saíram do banco, com trocas forçadas pelo cartão vermelho para o zagueiro Tricolor. Aos 25 minutos do segundo tempo, Diego Tardelli fez de voleio e, de cabeça, David Braz fechou o placar aos 38 da etapa final. 

Agora, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença para ficar com a vaga nas quartas de final. O jogo de volta acontece na próxima quinta-feira, às 21h30min, no estádio Defensores del Chaco, no Paraguai. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso do Grêmio é na segunda-feira, às 20h, contra o CSA, em Alagoas. 

Grêmio fica com a bola, mas não cria chances

Assim como era esperado, o Grêmio começou a partida com André na função de centroavante. Mas a postura (pelo menos no começo do jogo) foi um pouco diferente do habitual. Acostumado a ficar com a bola mas não criar tanto nos minutos iniciais, o Tricolor castigou o adversário. Manteve a posse, mas agrediu e finalizou insistentemente no início, pressionando demais o Libertad. 

Após quase 20 minutos de muita pressão, o Grêmio diminuiu o ritmo. Com quase 90% da posse de bola no início do duelo, era impossível manter a intensidade ao longo de todo o confronto. Com isso, o Libertad se sentiu mais a vontade e ensaiou algumas chegadas a frente, com um certo perigo ao gol de Paulo Victor. 

O volume inicial não se manteve ao longo do primeiro tempo. Depois, o Grêmio voltou a apresentar os problemas já conhecidos do seu torcedor. Mesmo com mais posse, a equipe rondou a área do Libertad, mas praticamente não chutou em gol. Tentou trocar passes na intermediária, mas não quase não obteve sucesso na infiltração. Assim, primeiro tempo acabou igualado em 0 a 0.

Geromel é expulso, mas dupla sai do banco e resolve 

Logo nos primeiros minutos da etapa, o Grêmio sofreu o grande baque na partida. Em uma falta próximo ao círculo central, Geromel entrou por cima da bola e atingiu Benítez na panturrilha. Após revisão no VAR, o árbitro, que havia aplicado apenas o amarelo, retirou o cartão e deu vermelho direto ao zagueiro tricolor.

Para tentar corrigir o espaço no sistema defensivo, o técnico Renato colocou David Braz em campo. O atacante André foi quem saiu, sob muitas vaias da torcida na Arena. Na tentativa de ter algum poder de fogo, Renato lançou Diego Tardelli no lugar de Jean Pyerre, logo na sequência, já que com um a menos o Grêmio passou a ter dificuldades para reter a bola na frente.  

A partir daí, no entanto, foi o Libertad quem passou a criar mais. Especialmente pelo lado direito de ataque, e com Cortez tendo dificuldades para conter as iniciativas dos paraguaios, o Libertad enfileirou cruzamentos perigosos na área do Grêmio, com Franco como o maestro da meia, levando o time para a frente. 

Justamente no pior momento do Grêmio, contudo, o gol saiu. Aos 25 minutos do segundo tempo, Alisson cobrou escanteio e Kannemann desviou de cabeça na marca do pênalti. Tardelli pegou bem na bola e, de voleio, marcou um golaço na Arena para abrir o placar.

Quando parecia que o Grêmio estava satisfeito com o marcador em 1 a 0, veio mais. Aos 38 minutos, Alisson bateu falta e David Braz, de cabeça, fez o gol que fechou o placar e garantiu vantagem ainda mais confortável para decidir no Paraguai. 

Libertadores - Oitavas de final

Grêmio 2

Paulo Victor; Leo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Rômulo), Matheus Henrique, Jean Pyerre (Diego Tardelli), Alisson e Everton; André (David Braz). Técnico: Renato Portaluppi. 

Libertad 0

Martín Silva; Píris, Paulo da Silva, Cardozo e Espinoza; Mejía, Riveros, Franco, Bareiro (Cardozo) e Benítez (Martínez); Oviedo (Rivero). Técnico: José Chamot.

Gols: Diego Tardelli (25/2T) e David Braz (38/2T) 

Cartões amarelos: Jean Pyerre (Grêmio); Espinoza e Bareiro (Libertad)

Cartão vermelho: Geromel (Grêmio)  

Árbitro: Esteban Ostojich (Uruguai)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Público: 39.572

Renda: R$ 1.941.888,00

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.