Temais Telecom
Furto e Ameaça

Homens são flagrados por câmera de segurança realizando abate e furto de suíno em Santo Antônio do Sudoeste.

Polícia militar de Santo Antônio recebeu as informações da vítima e localizou os autores.

22/07/2019 07h54
Por: Fronteira Online
Fonte: Fronteira Online/ PMPR
Foto: Ilustrativa/ Reprodução
Foto: Ilustrativa/ Reprodução

Neste domingo, 21, a Policia Militar de Santo Antônio do Sudoeste recebeu uma ligação a qual a vítima informava que teria sido vítima de furto de um porco de cerca de 30KG.

No local, que fica na Linha Cerro Negro, a vítima informou aos policiais que em sua propriedade, dois homens teriam sidos flagrados por câmeras de segurança praticando o crime.

Sendo que os dois autores flagrados do furto e no abate, estavam vestidos da seguinte forma: Um deles vestia boné de cor preta, calção bege e moletom azul com mangas pretas e o outro autor vestia boné de cor escura, moletom escuro com a logo da marca “Adidas”, calça camuflada e tênis.

Diante dessas informações os policiais realizaram patrulhamento, e na Vila Aurora avistaram em um pátio, um masculino trajando calção de cor bege, (sendo que este calção possui nitidamente mancha semelhante a sangue) boné preto, camiseta verde e com um prato em mãos com seu almoço, em contato foi identificado o indivíduo, o qual de imediato falou que havia chegado da residência de seu amigo e que estava almoçando naquele instante.

Questionado se o mesmo tinha conhecimento de um furto de animal, de imediato falou que sabia de um furto de porco e que ele não sabia quem havia furtado e não havia sido ele, foi perguntado sobre as vestes que o mesmo trajava serem parecidas com as de um dos autores, nesse momento o mesmo se alterou, e falou que não havia sido ele e que não iria a lugar nenhum com a equipe Policial Militar, vindo inclusive ofender a equipe PM com palavras de baixo calão.

Diante disso foi dado voz de prisão ao suspeito, momento em que sua mãe falou que se seu filho fosse preso pelo furto do porco ela iria “dedar” quem teria feito o furto.

Questionada sobre essa afirmação momento que parou de falar e se afastou, já na sede da Companhia enquanto a equipe realizava o preenchimento do Boletim de Ocorrência compareceu a vítima do furto, sendo que o autor proferiu ameaças quanto a integridade física do mesmo e que ele iria sofrer as consequências, foi questionado quanto a mancha semelhante a de sangue no calção do autor o qual não soube explicar tal fato sendo encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.