Temais Telecom
PROJETO BÁSICO

Ordem de serviço para projeto básico da BR-163 deve sair ainda neste mês

O Dnit deve liberar a ordem de serviço para a elaboração do projeto básico da obra de revitalização da BR 163 dentro de duas semanas.

09/07/2019 14h05
Por: Fronteira Online
Fonte: Rede Peperi
Foto: Marcos de Lima
Foto: Marcos de Lima

O anúncio é do superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura do Transporte em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa. Ele trouxe informações sobre os investimentos na rodovia durante o encontro do Fórum Parlamentar Catarinense realizado na última sexta-feira, no Centro de Cultura e Eventos de Chapecó. Ele explicou que assim que o projeto estiver pronto, o Dnit vai em busca de recursos para iniciar a obra em 2020. Barbosa lembrou que o projeto para a BR 163, trecho São Miguel do Oeste-Dionísio Cerqueira contempla piso de concreto, que tem vida útil de 20 anos.

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura do Transporte em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa praticamente descartou o início das obras na BR 163 para este ano. De acordo com ele, após a rescisão com a empresa Sulcatarinense, o Dnit lançou um novo edital para a retomada dos trabalhos na rodovia. A vencedora foi a empresa Torc, de Minas Gerais. A obra está em orçada em R$ 210 milhões, mas tem apenas R$ 1 milhão no orçamento federal para este ano. Por isso, o objetivo do Dnit é garantir a elaboração do projeto básico até o final do ano. Os trabalhos na rodovia devem ficar para o que ano que vem.

O Ministério dos Transportes ainda não liberou os R$ 35 milhões em emendas parlamentares para as melhorias da BR-282, entre Chapecó e São Miguel do Oeste. Durante o encontro com deputados federais e senadores em Chapecó na última sexta-feira, ele destacou que o Ministério liberou apenas R$ 8 milhões para que as obras não parassem. O valor, de acordo com Barbosa, é suficiente para garantir os trabalhos até o início de setembro. Até lá a expectativa é que os R$ 35 milhões estejam liberados. A obra total custa R$ 150 milhões e abrange também a BR-158, de Cunha Porã a Palmitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.