Temais Telecom
Durante Protestos

“UM PESO. DUAS MEDIDAS!” Define muito bem alguns manifestantes que participaram da denominada “GREVE GERAL”.

Infelizmente várias ocorrências foram registradas, durante os protestos realizados nesta sexta-feira em Dionísio Cerqueira.

15/06/2019 11h03
Por:
Fonte: Marco Engel/ Fronteira Online
Foto: Fronteira Online
Foto: Fronteira Online

Nesta sexta-feira, 14, durante protestos contra REFORMA DA PREVIDÊNCIA, “CORTE DE VERBAS DA EDUCAÇÃO” e reivindicação de MELHORIAS NA BR-163, dois fatos dentre outros chamaram e muito a atenção de nossa equipe.

No primeiro, uma professora da Tri-Fronteira, que acabava de dar aulas e retornava com seu marido e filho para casa, se deparou com os manifestantes.

Segundo relato da mesma a nossa equipe, ela nem imaginava o que estaria acontecendo até então, ela desviou dos manifestantes, que segundo ela ocupavam praticamente toda a via.

Ela relata que acionou a buzina, na intenção de alertar as pessoas da presença do veículo.

Nas proximidades da rua Divisor, ela então tentou seguir com o veículo sentido a sua residência, novamente acionando a buzina, e fazendo um comentário aos manifestantes, “VAMOS TRABALHAR”.

Segundo ela relata, não falou de modo a ofender os manifestantes, e sim para demostrar a sua pressa para chegar em sua residência, e posteriormente retornar ao trabalho.

Neste momento o seu carro foi cercado por “manifestantes” que começaram a chutar e bater no carro, o que levou seu filho e marido a descerem do carro para dialogar com os “manifestantes”.

Como as palavras de baixo calão e agressões contra o veiculo não paravam, seu filho então resolveu gravar um vídeo com o celular da situação.

O que gerou revolta por parte de alguns “manifestantes” que partiram então a agredir o jovem, em meio à confusão e agressões o celular do jovem acabou parando em baixo do veículo ficando danificado.

Alguns manifestantes, em minoria nesta ocorrência tentavam acalmar os animes, o que segundo a professora ajudou, e muito para evitar que algo pior ocorresse, tendo em vista que a todo momento os outros ameaçavam de tombar o veículo da família, aos gritos de “VAMOS VIRAR ESTÁ LATA”.

Está primeira confusão só acabou com a chegada da Policia Militar.

ÔNIBUS ESCOLAR

O segundo fato lamentável registrado, foi o de um Ônibus Escolar que por volta de 12h30 trazia alunos para Dionísio Cerqueira, alunos estes em sua maioria do ensino fundamental.

O ônibus permaneceu no local até aproximadamente as 14h30, em pleno sol do meio dia, onde relatos que chegaram a nossa equipe, disseram que as crianças não teriam água para amenizar o calor que fazia no interior do veículo.

Ainda segundo relatos as crianças, que também são estudantes indo para sua instituição de ensino, ficaram apavoradas com a situação e por motivos óbvios de segurança não desceram do escolar, temendo alguns manifestantes e também por se tratar de uma BR onde se localizavam.

O problema segundo informações só foi resolvido, com a chegada da Policia Militar de Dionísio Cerqueira, que ao ser informada, imediatamente se deslocou ao local.

A nossa equipe em forma de total REPUDIO a estes fatos em especial, esclarece que compreende que foram fatos lastimáveis e isolados, praticados por algumas pessoas que feriram os direitos alheios, e de forma irresponsável deixaram de usar o bom senso nestas duas situações, e não reflete ao contexto geral desta manifestação popular.

Ainda ressaltamos, que a equipe do Fronteira Online, como veiculo de comunicação, se mantem no direito de imprensa IMPARCIAL E APARTIDÁRIA, se demostrando a favor do direito a manifestação e protestos organizados e ordeiros.

  • “UM PESO. DUAS MEDIDAS!” Define muito bem alguns manifestantes que participaram da denominada “GREVE GERAL”.
  • “UM PESO. DUAS MEDIDAS!” Define muito bem alguns manifestantes que participaram da denominada “GREVE GERAL”.
  • “UM PESO. DUAS MEDIDAS!” Define muito bem alguns manifestantes que participaram da denominada “GREVE GERAL”.
  • “UM PESO. DUAS MEDIDAS!” Define muito bem alguns manifestantes que participaram da denominada “GREVE GERAL”.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.