Temais Telecom
"Processo Sigiloso

Neymar depõe em delegacia no Rio e agradece apoio: 'Me senti muito amado'

Jogador foi intimado em inquérito relativo à divulgação de imagens íntimas de modelo que o acusa de estupro; ele nega. Acusação dela é apurada em outro inquérito, em São Paulo.

07/06/2019 09h01
Por: Fronteira Online
Fonte: G1
Neymar foi a delegacia no Rio nesta quinta (5) para depor sobre a divulgação de fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro — Foto: Lucas Landau/Reuters
Neymar foi a delegacia no Rio nesta quinta (5) para depor sobre a divulgação de fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro — Foto: Lucas Landau/Reuters

O jogador Neymar prestou depoimento por cerca de uma 1 hora e 40 minutos em uma delegacia da Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio. O jogador foi chamado para prestar esclarecimentos no inquérito sobre a divulgação de imagens íntimas da modelo Najila Trindade, após ela o acusar de estupro – Neymar nega.

A investigação sobre o crime de estupro é feita por uma delegacia de São Paulo, onde Najila fez o registro.

Neymar não respondeu a perguntas de jornalistas, mas agradeceu pelas manifestações de apoio que tem recebido.

"Só quero agradecer todo apoio, a mensagem que todo mundo mandou, meus amigos, fãs, todo mundo que está acompanhando. Só agradecer, obrigado pelo carinho, e dizer que me senti muito amado, então é só agradecer o carinho de todos", disse ao deixar a delegacia, por volta das 20h45.

A advogada do jogador, Maíra Fernandes, disse que o "processo é sigiloso", mas que Neymar prestou os esclarecimentos necessários.

"Nós viemos prestar depoimento para esclarecer tudo que era devido. Confiamos plenamente que vamos provar a inocência do meu cliente. O processo é sigiloso, mas ele prestou todos os esclarecimentos que eram devidos. Assim que possível iremos agendar o depoimento de São Paulo”, disse a advogada.

Leia também: 'Tá doido?', diz Najila em mensagem após Neymar afirmar que ela também foi culpada pelas marcas porque 'pedia mais'

Neymar entrou na Delegacia de Repressão de Crimes de Informática (DRCI) às 19h15. Ao entrar, também não deu entrevistas, apenas agradeceu pelo apoio de dezenas de crianças que estavam na porta e gritaram que ele era "inocente": "Obrigado", disse.

Ao chegar, a van onde Neymar estava foi cercada e entrou no estacionamento por uma entrada secundária. Neymar desembarcou usando muletas e depois usou uma cadeira de rodas para se deslocar – o atacante sofreu uma lesão no tornozelo no jogo da seleção brasileira contra o Catar, na quarta-feira (5).

As crianças se aglomeraram em frente à Cidade da Polícia desde o início da tarde para ver o jogador. A polícia chegou a anunciar que o depoimento não aconteceria na Cidade da Polícia por risco de atropelamentos, mas voltou atrás.

Intimação

Neymar foi intimado, ainda na segunda-feira (3), para prestar esclarecimentos sobre a divulgação de imagens íntimas ainda na Granja Comary, onde estava concentrado com a seleção brasileira antes do amistoso contra o Catar.

O jogador publicou um vídeo no Instagram em que se defendia das acusações. No vídeo, ele mostrou parte da troca de mensagens que teve com Najila, incluindo fotos íntimas enviadas por ela.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro apura se o atleta cometeu crime virtual ao divulgar conversas nas quais há imagens íntimas da mulher que o acusou, em São Paulo, de ter sido forçada a ter relações sexuais com ele.

Acusação de estupro

O suposto estupro teria sido cometido em Paris, no dia 15 de maio, mas a denúncia só foi feita no Brasil no dia 31.

A divulgação de mensagens e fotos feita por Neymar ocorreu após se tornar pública a denúncia de estupro. Ele nega que tenha cometido o crime.

Troca de mensagens

A TV Record divulgou, na noite desta quinta-feira, a continuação da conversa entre Neymar e Najila em 16 de maio - dia seguinte ao suposto estupro. Logo depois de ela dizer que vai dormir, Neymar diz que chegará ao hotel em 15 minutos.

A conversa é interrompida e retomada, aparentemente, depois do encontro no hotel em que Najila bate em Neymar. O diálogo tem alguns trechos amenos mas acaba nervosa. O jogador diz que, independentemente do que Najila fez, ele a perdoa e diz pra ela ficar bem. E pede para mandar mensagem, se precisar.

Najila responde dizendo que quer apenas ir embora. Em seguida, ela manda uma foto das nádegas dela e pergunta se ele se lembra de tudo que aconteceu no dia anterior. Ele responde que “óbvio que sim”.

Mais adiante na conversa, Neymar diz que ela foi culpada pelas marcas também porque pedia mais. Najila responde com uma pergunta "tá doido?" e afirma que pediu para Neymar parar e que ele até pediu desculpas.

O diálogo termina com Najila nervosa, dizendo que Neymar sabe muito bem o que fez e como a tratou e que, lá no fundo, ele sabe o que aconteceu, e que espera que ele nunca sinta metade da angústia que ela sentiu nessa viagem.

Vídeo viraliza

Um vídeo que mostra o Neymar e Najila em um quarto de hotel está circulando, desde quarta-feira, em aplicativos de trocas de mensagens e na internet. É um trecho de cerca de um minuto de duração. As imagens teriam sido gravadas no dia seguinte ao do suposto estupro que ela denunciou.

A delegada Juliana Lopes Bussacos, que investiga o suposto crime, quer ter acesso à íntegra do vídeo.

O advogado Danilo Garcia, que representa Najila, divulgou uma declaração dela, registrada em um cartório de São Paulo. No documento, Najila reitera que sofreu os crimes de estupro e agressão praticados por Neymar e afirma que tem amplo material probatório sobre as agressões sofridas.

No fim, Najila afirmou estar ciente de que caso a declaração não seja a expressão da verdade responderá criminalmente por infração do código penal.

Cronologia com base em relatos de Najila e Neymar

Antes de 15 de maio

Najila mantém contato via rede social com Neymar e ambos passam a se corresponder

Eles acertam a ida de Najila a Paris, com passagem paga pelo jogador

15 de maio

Neymar e Najila se encontram num hotel em Paris, onde ela estava hospedada;

Neste dia, segundo a modelo, ela foi vítima de agressão e de estupro

16 de maio

Os dois voltam a se falar por um aplicativo de mensagens. Ela diz que quer ver o jogador de novo. Neymar diz: "Claro que eu quero transar com você de novo".

O jogador vai de novo ao hotel em que Najila está. Um vídeo mostra a modelo agredindo o jogador a tapas no quarto. O vídeo é interrompido sem mostrar o desfecho da cena;

Neymar deixa o hotel. Mais tarde, os dois trocam mensagens por uma rede social: a modelo envia uma foto com marcas no corpo dela. Neymar responde dizendo que ela havia sido culpada pelas marcas. "Tá doido?", questionou a modelo, afirmando que pediu para o jogador e que Neymar chegou a pedir desculpas a ela;

21 de maio

Já de volta ao Brasil, Najila se submete a um exame com o médico Luiz Eduardo Rossi Campedelli. O laudo aponta hematomas, arranhões nos glúteos, transtorno ansioso e depressivo e traumatismos superficiais não especificados;

31 de maio

A modelo registra ocorrência de estupro em uma delegacia de São Paulo;

1º de junho

O caso vem a público. O pai do jogador diz que o atleta é vítima de uma tentativa de extorsão; o advogado que representava Najila na ocasião nega.

2 de junho

Neymar grava um vídeo em que diz que a relação dos dois foi consentida. "Foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal (...) Agora fui pego de surpresa por causa disso."

5 de junho

Em entrevista, a modelo disse que se recusou a manter relação sexual com o jogador porque não havia preservativo; segundo ela, ele a virou e bateu violentamente nas nádegas dela;

6 de junho

Neymar depõe em uma delegacia do Rio. Na saída, agradece pelo apoio. "Me senti muito amado."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.